Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Olhar o Horizonte...

Olhar o Horizonte...

Ser solteiro/a para alguns é sinónimo de não ter família ou vida pessoal

Julho 02, 2018

Eu sou solteira, vivo numa pequena cidade, num pequeno apartamento (55 metros quadrados), com o meu animal de estimação, o meu gato, a quem considero o meu melhor Amigo (Número 1), pois os animais gostam de nós verdadeiramente, sem segundas intenções.

Não quero com isto dizer que não tenho amigos, claro que tenho; amigas, para ser mais exata. Uma Amiga minha, que vive numa aldeia, que pertence a Oliveira de Frades, liga-me frequentemente para saber como estão a correr as coisas comigo, e eu faço-lhe exatamente o mesmo. O único intuito, apesar dos quase 300 km que nos separam, é saber como corre a vida, e desabafarmos das coisas hipoteticamente menos boas, e chorarmos e rirmos. Isto é pura Amizade.

Mas não é da Amizade propriamente dita que vos quero falar, mas sim do egoísmo, falta de consideração, entre outros termos que não quero aqui referir de algumas pessoas que julgam que por ser solteira, tenho disponibilidade 24 horas para fazer favores a toda a gente, ou até mesmo, imaginem só, no meu local de trabalho, dizerem ao chefe, que eu posso trabalhar aos feriados porque sou solteira e não tenho família! Descabido não é! Sem comentários...

Eu felizmente tenho família; tenho pai, mãe, irmã, sobrinhos, com os quais estive no domingo, e que preenchem a minha vida, e são pessoas das quais gosto muito.

Quando desenrasco alguém várias vezes, se numa das vezes recusar, ficam chateados/as comigo, e eu acho incompreensível esta atitude. Talvez seja culpa minha em gostar desenrascar as pessoas imensas vezes!

Mas em um dado momento da nossa vida, percebemos que recusar, por vezes, não tem mal nenhum, pois não somos obrigados a dizer sempre sim, pois também temos família, vida pessoal.

Quantas e quantas vezes, eu já desenrasquei pessoas, para que estas pudessem ir a festas, jantares, e eu fiquei a trabalhar no lugar delas! Não me arrependo de as ter ajudado, e hei-de continuar a ajudar, mas agora com alguma moderação, pois quando dizemos, por vezes, que não podemos, ficam chateados/as.

Tendo família ou não, todos temos de ter um tempinho para nós mesmos. Acho que me fiz entender.

 

Um texto de alguém que está com TPM, altura em que as emoções e sentimentos estão no "topo"! Altura em que somos 100% sinceras :)

 

 

Pág. 8/8

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D