Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Olhar o Horizonte...

Olhar o Horizonte...

2019💪

Dezembro 31, 2018

IMG_20181231_185554_653.jpg

IMG_20181231_184358_226.jpg

2019 Vai ser um ano de continuação da  minha batalha. Espero que no final de 2019 já esteja quase recuperada e já com cabelo; creio que sim, pois sou uma pessoa forte.

Hoje decidi, para terminar 2018 e iniciar 2019, utilizar o meu fio borboleta, pois o que estou a passar é apenas uma metamorfose.

A passagem do ano é  passada com os meus pais, junto da salamandra , ao quentinho.

Temos bolo, camarão, castanhas, pistachos...coisas boas para fazermos a transição do ano.

Desejo-vos um 2019 cheio de saúde,  trabalho, e felicidade. 🎊🎊🌟🌟

A "notícia" está a espalhar-se...

Dezembro 30, 2018

Cada vez mais pessoas sabem da minha doença. O pai de uma amiga minha contou a uma colega de escola, com quem já não falo há muitos anos,cuja possuo adicionada no meu Facebook . Assim que soube mandou-me uma mensagem para o Messenger a se disponibilizar para o que precisasse. Esta pessoa em questão é enfermeira no hospital onde faço os tratamentos. Por consequência esta colega conta a uma outra, que curiosamente é médica de clínica geral, e que por vezes faz urgência também neste hospital  ,  e que igualmente se disponibilizou  para o que fosse preciso. E a partir daqui a notícia irá espalhar-se ainda mais...

Obviamente que respondo às mensagens que me são enviadas, agradecendo a disponibilidade das pessoas;  mas fica cá dentro um vazio...Esse vazio é fácil de se explicar: se não estivesse doente, nem sequer se lembrariam de mim!

 

Esta  é uma situação que a partir de agora me tenho de habituar. Na aldeia onde sou natural, algumas pessoas já sabem, e claro,  nos próximos tempos serei um tema  de conversa!

Eu tentarei agir da mesma forma e irei enfatizar os Amigos que sempre tive do meu lado e que agora ainda reforçam mais a sua posição enquanto Amigos; e direi que sou uma  sortuda de os ter! Porque estas pessoas maravilhosas precisam de ser destacadas pois estiveram comigo enquanto saudável e continuam comigo agora doente, e continuarão comigo depois de ter vencido esta luta.💪😊

Se não tem deficiência, não estacione!

Dezembro 30, 2018

Ontem fui comprar areia para os meus gatos ao supermercado, e como estamos mesmo em cima dos festejos de fim de ano, este se encontrava com muita gente. 

O estacionamento, felizmente, possui muitos lugares; tem um espaço grande, mas claro, as pessoas escolhem sempre, a maioria, os lugares próximos da entrada do supermercado. 

Com a azáfama da festividade que se aproxima,  não sei...reparei que os lugares destinados a pessoas portadoras de deficiência estavam todos ocupados, e curiosamente quem lá estacionou, não deixou a viatura devidamente estacionada, e nem sequer era portadora de deficiência! Pelo menos não vi qualquer identificação nesse sentido, nem eram viaturas adaptadas, além de que vi algumas pessoas a entrarem  nos veículos e não lhes detetei nenhuma deficiência!

Esta é uma atitude recorrente de quem não têm lá muita paciência ou civismo para respeitar as sinalizações. E se entretanto aparecesse alguém de facto com mobilidade reduzida,  onde estacionaria?! Esta é uma questão que nem sequer deveria ser colocada!

Eu estacionei o meu carro na mesma, pois ainda haviam vários lugares, mas mais afastados da entrada; mas estacionei! O que custa andar mais um bocadinho? Quando as compras são muitas leva-se carrinho; não sei onde está a dificuldade?!

Há atitudes que para mim são incompreensíveis!

Há quem dê mais importância às festas do que ao civismo!

Coma Beterraba!

Dezembro 29, 2018

Estar com cancro, faz com que mudemos tudo na nossa vida, e aqui há a destacar a alimentação. Estou completamente uma pessoa saudável! Se olhar para mim, pareço um sapo inchado, mas isso é da cortisona que levo todas as semanas, pois todas as semanas tenho quimioterapia; e já aqui disse que tive uma reação nos rins e tiveram de parar de imediato o tratamento, colocar cortisona e de seguida retomar a quimioterapia a um ritmo lento. Ainda assim só engordei 6 quilos, e tenho conseguido manter o peso, 66 kg, sem engordar mais, muito à custa das caminhadas que faço regularmente e da alimentação bem controlada.

No entanto, na última consulta, a médica disse que estava com anemia, mas ainda nada de valores preocupantes. Mas  para que não tenha de fazer outra medicação extra, aconselhou comer espinafres e beterraba, sobretudo beterraba que ajuda a evitar a anemia, e estive hoje a ler que ajuda a combater as células cancerígenas!  Já comecei a comer beterraba, e o que tenho a dizer é que não gosto muito do sabor! Mas há que fazer um sacrifício, e este tubérculo irá ser assíduo na minha alimentação! Se reduz as células cancerígenas é para incluir na alimentação.

A beterraba cheira a terra, e o sabor é a terra, pelo menos para mim. Para a comer com mais facilidade, junto-a  a outros legumes.

Algumas pessoas fazem batido de beterraba,  mas isso não vou fazer porque acho que não conseguirei ingerir dessa forma; o importante é comê-la; e misturada com outros legumes, custa menos.

 

Quanto a efeitos secundários da quimioterapia, até agora só tive um pequeno enjoo, caiu-me o cabelo (só já tenho uma penugem), e o pior têm sido as dores no corpo, em que acordo a meio da noite sem me conseguir mexer. Mesmo nesse estado levanto-me da cama para tomar a medicação e para me obrigar a andar, pois as pernas ficam como que paralisadas e a dor é bastante forte ! A médica disse que é  normal, e que os próximos tratamentos propiciam a isso mesmo. Nestes dias, vou caminhar na mesma, já depois da medicação ter feito  efeito,  para aliviar não só a mente, como continuar com a rotina das caminhadas para não engordar mais. Mesmo que tenha umas dores, vou caminhar na mesma. O importante é não parar!Talvez algumas pessoas prefiram ficar deitadas,  já eu prefiro manter-me activa,  pois para mim parar é morrer! 

Sim, estou acordada a esta hora porque adormeci no sofá, enrolada na minha mantinha nova que a minha mãe me deu no Natal. Mas não foi só hoje que adormeci no sofá; muitas têm sido as noites que durmo lá o primeiro sono. Ficaram lá os meus gatos, e por isso na cama, hoje, durmo sozinha, mas não faz mal; eles daqui a pouco já me vêm  acordar.

 

PS: ainda tenho sobrancelhas e pestanas; estão-se a aguentar; pode ser que não caem, mas também ainda tenho muitos tratamentos pela frente! E siga nos tratamentos! 😊😉

 

 

Pág. 1/16

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D