Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Olhar o Horizonte...

Olhar o Horizonte...

A minha varanda


Olhar o Horizonte...

13.10.18

20181013_094731.jpg

Da minha varanda não se tem uma vista extraordinária, mas eu gosto de me sentar um bocadinho a contemplar a frescura da manhã, e deixar as minhas duas "bolinhas de pêlo" apanharem um pouco do ar matinal. Os meus gatos adoram estar à varanda, mas tenho sempre de estar atenta, pois a Luna é uma traquinas.

Como podem ver, a varanda é pequenina, mas não me importo, pois o importante é ter varanda, para poder ir até à rua, e respirar o ar lá de fora, olhar para o céu e ouvir os pássaros; é tão relaxante.

Aqui tenho um cato, hortelã, salsa, coentros, e uma outra flor que secou, mas que se está a recompor, e espero que fique bonita.

IMG_20181013_095313_987.jpg

Estes pormenores podem ser banais para muitos, mas para mim são como um tesouro, pois aos poucos fui conquistando aquilo que sempre quis: um carro e uma casa. O meu carro, ao qual intitulo "topo de gama" é um Opel Corsa Comercial do ano 2000, mas eu gosto muito dele, e ainda deveremos fazer muitas mais viagens para descobrir recantos maravilhosos do nosso lindíssimo país, que é Portugal. A minha casa, que é arrendada, não é nenhuma mansão; é um pequeno apartamento com cerca de 55 metros quadrados, que é o suficiente para mim e para as minhas duas "bolas de pêlo". Tem uma sala, uma cozinha muito pequena, um quarto, uma casa de banho, um pequeno corredor, e uma outra divisão que transformei num closet.

O que menos gosto da minha casa são de facto as janelas, pois necessitam de ser todas substituídas; o restante, está muito bem assim.

A cozinha, apesar de pequenina, gosto especialmente dos armários que são vermelhos.Esta divisão tem uma nova decoração, mais precisamente o frigorífico, com algo que trouxe dos Açores: uma vaca.

IMG_20181009_164901_118.jpg

Com tudo isto também quero dizer, que para sermos felizes não precisamos de ter muito! Aquilo que temos, conseguimos com muito esforço, e nunca devemos ter vergonha das coisas que temos; tenha sim orgulho porque as conseguiu com o seu trabalho, esforço, dedicação.

 

Este ano realizei dois desejos: andar de avião e ir aos Açores. Há muito que o queria fazer, mas não tinha possibilidades financeiras, e por isso fui juntando dinheiro, e agora mais dois desejos/sonhos estão concretizados. Os próximos são vencer o cancro da mama, fazer uma viagem, e tentar dar outro rumo à minha vida profissional.

Nunca desistem dos vossos sonhos.

2 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Mensagens

Mais sobre mim

foto do autor