Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Olhar o Horizonte...

Olhar o Horizonte...

Falta de "visão" e algo mais...


Olhar o Horizonte...

05.09.18

"O Governo devia apoiar as escolas privadas e colégios, e não só os pobrezinhos da escola pública"

 

Ouvi esta afirmação hoje, e discordo totalmente, além de que acho uma afirmação descabida e desfasada...

As escolas privadas possuem muito melhores condições que as públicas, e há algum tempo isso foi revelado numa grande reportagem, que também revelou que o Estado financia alguns estabelecimentos privados, cujo alguns até possuem piscina própria para a prática de natação, entre outras benesses!

Esta opinião, curiosamente é de alguém com muitas posses e que possui os seus filhos num colégio (não tenho nada contra; cada um é livre de fazer as suas escolhas). Quando ouvi esta afirmação, apeteceu-me tanto responder, mas estava em trabalho! Apeteceu-me enumerar os problemas que várias escolas possuem (estabelecimentos sem aquecimento, chove dentro das salas...).

Muitas crianças vivem longe das escolas, e os pais não têm oportunidade de as levar para a escola porque têm de trabalhar.

Eu tenho 34 anos e levantava-me às 06:30 para apanhar o autocarro às 07:00, para poder ir para a escola que ficava a cerca de 30 km da minha localidade. Depois para regressar só tinha um autocarro às 17:45, que partia quase sempre atrasado, e por isso chegava já bem tarde a casa!

Recuando ainda mais no tempo; no 1º ciclo (eu sou de uma família pobre, mas orgulho-me de o ser) ia a pé para escola, percorria cerca de 2 km, e fazia o caminho sozinha! Quando chovia muito, ia de galochas (além de levar chapéu de chuva), mas mesmo assim, por vezes chegava encharcada à escola.

Na altura havia uma carrinha que transportava as crianças, mas como vomitei uma vez durante a viagem, o condutor zangou-se, e disse que nunca mais poderia ser transportada por causa disso! A partir daí, fui sempre a pé para a escola!

Acabei por me dispersar no assunto, mas há situações pelas quais passamos que são difíceis de esquecer, e esta é uma delas!

Regressando ao assunto propriamente dito; a pessoa em causa referia-se a esta desigualdade sobretudo no que diz respeito aos manuais escolares, em que para ela deveriam ser oferecidos também às crianças que estudavam no privado.

Se os pais e encarregados de educação colocam as crianças em escolas privadas é porque à partida têm posses para isso, e têm alguma noção do que vão despender.

E as escolas públicas, ao contrário do que esta pessoa julga, possui alunos cujos pais são ricos, mas que apesar da sua condição financeira decidiram colocá-los a estudar em escolas públicas, e eu conheço vários casos. Escola pública não é sinónimo de escola de pobres, como esta pessoa o referiu, é sinónimo de escola para todos, e aqui todos são condições económicas diferentes, religiões diferentes, e etnias diferentes.

Considero esta afirmação um momento triste, de um total desconhecimento sobre o assunto, e desconsideração perante as pessoas com poucas posses.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Mensagens

Mais sobre mim

foto do autor