Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Olhar o Horizonte...

Olhar o Horizonte...

Já sou uma Vencedora!


Olhar o Horizonte...

14.10.18

A partir de agora a minha vida vai ser diferente. Terça-feira a médica que lidera o meu caso vai reunir-se com médicos em Lisboa para combinar o retirar dos meus óvulos para os preservar para o caso de um dia querer ser mãe (gostaria de um dia poder gerar um filho, acho que é a experiência mais fabulosa que uma mulher pode ter). A médica ainda me vai ligar esta semana para falar desse assunto, e possivelmente para me dar informação sobre mais pormenores. A partir daqui serão os derradeiros exames que vão ditar o meu tratamento, sabendo eu à partida que vai começar com quimioterapia, e que irá ser doloroso; irão ser 6 meses de tratamento, e eu acredito que após estes seis meses vão dizer "vencemos". Tenho a certeza disso porque a médica que lidera o "processo" paraceu-me muito competente, e explica tudo na perfeição, além de que a especialidade de Senologia, neste Hopital Distrital, é uma das de referência a nível nacional, e por isso eu deposito toda a confiança nesta equipa, a qual ela disse: "a partir de agora também somos a sua família". Deu-me um cartão com os principais contactos para quando eu precisar de ligar seja para o que for.

Também terei à disposição uma equipa de Cuidados Paliativos (a médica disse para não me assustar com esta denominação, não quer dizer que vou morrer, nada disso, mas esta equipa também é fundamental para o meu acompanhamento), onde nesta se inclui o apoio psicológico, cujo, eu admito, irei precisar.

 

O meu cancro não é habitual, ainda para mais na minha idade. Este é um cancro agressivo, com o qual devo lutar com agressividade, e irei vencê-lo!

Questionei a médica se irei ficar curada, ao que esta respondeu perante um cancro destes que nunca ficarei 100% curada, isso é impossível! Depois da "batalha" continuarei a ser seguida para sempre para que este não regresse. Tenho fé de que nunca irá regressar, e de que irei morrer aos 80 anos, a dormir, pelo simples facto de ter chegado a minha hora; e sem quaisquer problemas associados, a não ser a minha tiróide auto-imune (parece um disparate o que acabei de dizer, mas é este o pensamento e objetivo que tenho).

Com o que foi descrito, podem perceber que irá ser uma dura batalha, mas o que este cancro não sabe é que tem pela frente a pessoa mais Casmurra do Mundo, que quando mete algo na cabeça, não há nada nem ninguém que a demova do seu objetivo traçado; e que farei de tudo para o alcançar, e alcançarei!

 

Há a destacar o Grande Apoio das Minhas Amigas (V., M., M., C.), que me acompanharão nesta batalha, e que nunca me deixarão ir ao "fundo", e que me acompanharão em todos os exames e tratamentos. É também graças a elas que irei superar este Enorme Obstáculo.

Como não podia deixar de ser, também os meus pais e a minha irmã me darão apoio. Eu quero que eles fiquem um pouco mais resguardados do que me espera, em especial a minha mãe que é uma pessoa muito debilitada emocionalmente, e tive de utilizar as palavras adequadas para lhe explicar o que tenho, e disse-lhe "não quero ninguém a chorar junto a mim porque não sou nenhuma coitadinha e porque se irá resolver".

 

A partir de agora irão ler muitos textos sobre Cancro, e sobre os tratamentos, e sobre o que acontecerá durante os tratamentos, como passarão a ser os meus dias, a minha rotina, a queda de cabelo, o corte que vou fazer no cabelo antes de o rapar...Enfim, todos os promenores eu aqui revelarei. Este será também um meio que me ajudará nesta batalha.

8 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Mensagens

Mais sobre mim

foto do autor