Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Olhar o Horizonte...

Olhar o Horizonte...

O agradecimento aos bombeiros fica muitas vezes esquecido


Olhar o Horizonte...

12.08.18

Os bombeiros são quase sempre esquecidos, em termos de agradecimento, das entidades oficiais, que agradecem, na maioria das vezes aos GIPS - Grupo de Intervenção Proteção e Socorro, não querendo com isto menosprezar o trabalho destes profissionais, pelo contrário. 

Mas quais as fardas que se vêem mais nos teatros de operações, nos incêndios, nesta altura? O vermelho! Os bombeiros são a força com mais homens e mulheres a combaterem as chamas.

Mas também combatem as chamas outras forças, como a FEB - Força Especial de Bombeiros e a AFOCELCA, esta última que combate apenas os incêndios florestais na propriedade das empresas agrupadas, mas que contam com a colaboração da ANPC - Autoridade Nacional de Proteção Civil.

 

Mas os bombeiros são os que possuem mais homens e mulheres, pois além dos profissionais há os voluntários, e por isso a nossa farda predomina neste Teatro de Operações.

No entanto, quanto aos agradecimentos, estes são poucos para os soldados da paz, em que muitos, não sendo a sua profissão, arriscam a vida em prol dos outros.

 

Quanto aos GIPS, este ano, muitos dos militares que desempenhavam outras funções na GNR decidiram integrar os GIPS, e os postos que  carecem já de efetivos, ficaram ainda com menos homens, colocando assim em causa a segurança das populações! É neste aspeto que falhou o reforço desta força! Além de que não é em 3 meses que se aprende a conhecer o comportamento de um incêndio, e a fazer as comunicações como fazemos, assim como atuar. 

E no meio disto tudo considero que a Força Especial de Bombeiros (FEB) é mal aproveitada, pois com o reforço do GIPS, esta força caiu para segundo plano, quando é especializada nos incêndios; só faz isto mesmo! 

 

Na minha opinião a FEB é que deveria ser reforçada e não os GIPS, já que o nosso país carece de homens e mulheres nas forças de segurança, por isso acho que as prioridades foram mal definidas.

 

Mas regressando ao tema Soldados da Paz, não quero com este comentário afirmar que somos os maiores e melhores, apenas considero que nos agradecimentos devem ser mencionadas todas as forças que atuam nos teatros de operações, e não apenas um grupo restrito. Quando estamos a combater, independentemente  da cor da farda, somos um só; somos uma grande equipa.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Mensagens

Mais sobre mim

foto do autor